Want to keep in the loop on the latest happenings at Beit Lubavitch Rio De Janeiro. Subscribe to our mailing list below. We'll send you information that is fresh, relevant, and important to you and our local community.
Impresso de BeitLubavitchRio.org
ב"ה

O princípio da pressão

Segunda-feira, 16 Novembro, 2015 - 22:32

 

O princípio da pressão  wdiw6943575.jpg
por Yossi Goldman 

Nós precisamos de segurança e conforto para ser bem sucedidos na vida? Nós conseguimos mais, quando estamos relaxados e confortáveis, ou quando somos desafiados e provocados? 

Jacob deixou Beer Sheba e foi para Charan (Gênesis 28:10).

Beer Sheba representava paz e tranquilidade. Charan estava permeada de violência e imoralidade: era o centro de tumulto e confusão, a casa de Labão, vigarista e conhecido ladrão de ovelhas. No entanto, ironicamente, foi lá, em Charan, onde Jacob criou sua família, onde as doze tribos de Israel foram fundadas. 

Abraão teve um filho maravilhoso chamado Isaac, mas ele também foi pai de Ismael. Isaac gerou o piedoso Jacó, mas também teve um filho bandido chamado Esaú. Apenas Jacó é descrito como "o seleto dos patriarcas", porque seus filhos eram todos justos. “sua descendência foi perfeita". 

Pergunta o Lubavitcher Rebe: Beer Sheba não teria sido um lugar melhor para Jacob criar seus filhos? Não teria sido Beer Sheba a “estufa” ideal para o futuro Povo Judeu ser concebido e nutrido? Por que, de todos os lugares, em Charan? 

Diz o Rebe: o azeite dá o seu melhor óleo quando pulverizado. Para produzir ouro, precisamos de uma fornalha ardente, na qual o intenso calor no metal cru o deixa purificado e precioso. Jacob não teve uma vida fácil, mas isso fez dele um homem melhor, e isso fez seus filhos melhores crianças. 

Muitos anos atrás, eu conheci um jovem que tinha acabado de sair do serviço militar no exército Sul Africano. Cumprimentei-o com o chavão: "Então, Joe, o exército te fez um homem?" Ele disse: "Não, rabino, o exército me fez um judeu!" Aparentemente, ele havia encontrado uma dose maior do que a esperada de antissemitismo no serviço militar, e isso realmente fortaleceu a sua vontade de viver uma vida judaica. Hoje ele é o orgulhoso pai e avô de uma linda família, comprometida com uma vida judaica.

 

A vida não é sempre um mar de rosas. Mas parece que o Criador, no seu vasto plano eterno, nos destinou atravessar dificuldades na vida. Evidentemente, nós crescemos do nosso desconforto e desafios, para emergirmos pessoas melhores, mais fortes, mais sábias e mais produtivas. Há sempre um propósito para a dor. Como nossos fisioterapeutas nos dizem (com uma compaixão tal que me dá vontade de bater neles!), "Sem dor, sem ganho". Parece que, como o azeite, nós também produzimos o nosso melhor quando estamos sob pressão. (Da minha experiência pessoal – e meu editor irá confirmar –, eu simplesmente não consigo terminar meus artigos para publicação até que eu veja um prazo olhando-me no rosto.) A verdade simplesmente é que nós produzimos melhor sob pressão.

 

Uma das razões que usamos um ovo cozido na keará (prato do Seder) em Pessach é para nos lembrar da oferenda que era trazida ao Templo Sagrado durante o festival. Mas a verdade é que qualquer alimento cozido o faria. Então, por que um ovo?

 

Uma das minhas respostas favoritas é de que os judeus são como os ovos. Quanto mais eles nos fervem, mais duros ficamos. Nós fomos punidos e perseguidos através dos séculos, mas isso somente nos fortaleceu, nos deu coragem, fé e esperança. Em cada momento da nossa história, temos sempre emergido das tsures (dificuldades) da época, mais fortes, mais tenazes e mais determinados do que nunca.

 

Jacob criou uma bela família em condições abaixo das ideais. Por favor, Eterno, permita-nos imitar seu exemplo. Onde quer que estejamos vivendo e quaisquer que sejam as circunstâncias, que possamos enfrentar o desafio e viver uma vida de sucesso, e criemos crianças judias felizes e saudáveis, que irão construir as futuras tribos de Israel.

 

Termino com um pequeno poema que escrevi há muitos anos:

 

A tragédia da dor

é ignorarmos seu objetivo

de deixar-nos humildes e sábios

 

Oh, quão superficial

é o homem para chafurdar

na miséria e nunca perceber

 

Que o ouro, tão puro, é no fogo provado

e o azeite de oliva por esmagamento é obtido

E assim é com todas as coisas de valor

 

Então, destaque-se do resto

seja forte no teste da vida

e faça dessa provação um renascimento.

 

Comentários sobre: O princípio da pressão
Não há comentários.